::: Confira também: Guia Comercial
Presidente da Sabesp diz ao MP que não sabe se medidas conterão crise
Dilma Pena falou nesta sexta-feira (7) com promotores de Justiça. Executiva saiu do prédio do Ministério Público sem falar com os jornalistas.
A presidente da Sabesp, Dilma Penna, prestou depoimento nesta sexta-feira (7) no Ministério Público de São Paulo. Segundo o SPTV, ela disse aos promotores que não tem como afirmar se as medidas que estão sendo tomadas pela Sabesp serão suficientes para evitar problemas no abastecimento de água, caso o regime de chuvas continue de maneira anormal.

Dilma Penna chegou no meio da tarde, acompanhada de duas advogadas. Ela foi convocada para falar em um inquérito que apura se houve irregularidades na contratação das obras para a captação do volume morto dos reservatórios do Sistema Cantareira. A executiva saiu do prédio do Ministério Público sem falar com os jornalistas.

A Promotoria defende que a Sabesp sabia que o Cantareira corria riscos de colapso desde 2012 e que, mesmo assim, não tomou medidas para proteger o sistema. Ainda segundo os promotores, o Cantareira foi responsável por 73,2% da receita bruta da empresa, denotando a "superexploração".

Pelo regime de urgência, a lei autoriza que empresas sejam contratadas para obras sem licitação. Mas, segundo o MP, se a Sabesp sabia do risco de crise hídrica, poderia ter planejado as obras com antecedência. Uma ação judicial tenta impedir o uso da segunda cota do volume morto.




Notícia Postada em 07/11/2014

 
ANUNCIANTES

Produzido por Pagina Internet
Copyright © 2010 - Todos os direitos reservados